banpara LCI julho 2024


Memória de Santarém: pianos em Santarém

Lúcio Flávio Pinto - 12/12/2021

Piano fabricado na Alemanha - Créditos: Imagem ilustrativa

Havia pelo menos 38 pianos em Santarém, em 1953, 30 dos quais instalados em casas de família. A família Sirotheau era a que mais pianos possuía: cinco. O Colégio Santa Clara era o que mais instrumentos abrigava num mesmo local: três. A maioria dos pianos usados ou guardados em Santarém foi fabricada na Alemanha. Por muito tempo, a maioria desses pianos “permaneceu silenciosa”, observou mestre Isoca, autor do levantamento, feito de memória. Ele próprio era dono de um – muito usado, aliás.


Os outros eram alguns dos representantes das mais tradicionais famílias locais: Aderbal Tapajós Caetano Corrêa, Alberico Mendes de Nóvoa, Alberto Meschede, Almerinda Jennings, Almerindo Lourenço Fernandes, Antônio Marques de Souza, Antônio Simões Albuquerque, Bernardo Keuffer, Dora Veiga dos Santos, Eymar da Cunha Franco, Haroldo Cunha Franco, família Oliveira Campos, Miguel de Oliveira Campos, Felipe Correia de Castro, Floripes Sales Silva, , Guiomar Sirotheau Melo (2 pianos), Otávio Sirotheau, Gustavo Sirotheau, Santino Sirotheau Corrêa, Joaquim Dias Alho, Joaquim Duarte, José Pedro Garcia, Manoel Corrêa Sobrinho, Manoel Cardoso Loureiro, Marieta Calderaro Miléo, Mário Fernandes Imbiriba, Tereza Rodrigues, Wilson Fona e Wilson Dias da Fonseca, ais a prefeitura munic ipal de Santarém, Casa Cristo Rei, Ginásio Dom Amando, Ginásio Santa Clara (3 pianos), Instituto Batista e o Centro Recreativo.

 

LEIA TAMBÉM: 

 

Memória de Santarém: Qual a sua graça? Bráulio Rodrigues da Mota!

 

Memória de Santarém: Futebol poderoso e pobre

 

Memória de Santarém: A notícia da morte de Manelito

 

Memória de Santarém: Quando havia o alto-falante

 

Memória de Santarém: Congregação Mariana dos Moços

 

Memória de Santarém: Cidadãos de Santarém, 1963

 

Memória - Um amor em Santarém

 

Memória de Santarém: A imagem do populismo

 

Memória de Santarém: Os confederados: um marco no desenvolvimento do município

 

Memória de Santarém: velho Faria ; ex-prefeito Ismael Araújo, Raimundo Pinto; velho Figueira; matriarca dos Pereira

 

Memória de Santarém: Começo da Tecejuta

 

Memória de Santarém: A primeira prefeita

 

Memória de Santarém: 1948

 

Memória de Santarém: Primeiro jato militar 

 

Memória de Santarém: A Miss Brasil entre nós

 

Memória de Santarém: Nas asas da Panair

 

Memória de Santarém - Tecejuta

 

Memória de Santarém: O regresso de Sebastião Tapajós, há 31 anos

 

Memória de Santarém: Cléo Bernardo e Silvio Braga

 

Memória de Santarém - Meu avô Raimundo

 

Memória de Santarém: o direito de ser criança em cidades pequenas

 

Memória de Santarém: Os arigós raptavam crianças? Lenda urbana dos anos 50

 

Memória de Santarém: Documentos históricos de regularização fundiária são restaurados e digitalizados pela prefeitura




  • Imprimir
  • E-mail