Camarão no pão
Cartas na mesa

Falta de médicos já atinge 9 Unidades Básicas de Saúde em Santarém

Weldon Luciano - 23/05/2019

A falta de médicos em Santarém vem prejudicando o funcionamento de Unidades Básicas de Saúde (UBS). De acordo com um levantamento feito pelo Portal OESTADONET, 9 UBS estão na lista, sendo 6 na zona urbana: Santo André, Mapiri, Livramento, Nova República II, Amparo, São Cristóvão. Outras três na zona rural: São Brás, Tiningu e Curuai.  Alguns médicos migraram para preencher as vagas dos profissionais cubanos no Programa Mais Médicos do Governo Federal e outros saíram em busca de qualificação, como a residência médica em outras cidades.

 

Para a Secretaria Municipal de Saúde  (Semsa), a saída é apostar cada vez mais nos recém formados pela Universidade Estadual do Pará (UEPA), a única instituição que possui o curso de medicina na região, absorvendo esses profissionais para suprir a demanda. Alguns atuarão em regime de escala atendendo na UBS e também na Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 horas).

 

A ausência desses profissionais já havia sido apontada pelo Portal OESTADONET em novembro, com base em um levantamento feito pelo Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). Na seleção aberta pelo governo para ocupar as vagas deixadas pelos cubanos, 34,1% foram  preenchidas por médicos brasileiros que estavam deixando postos em equipes do programa Estratégia Saúde da Família. Na época, em Santarém, 4 deles já haviam feito a migração, sendo 3 para vagas fora da cidade e 1 que permaneceu no município, mas atuando pelo programa.

 

 

Muitos profissionais se viram atraídos pelo salário, carga horária, possibilidade de ter pontuação extra nas seleções para residência, entre outras vantagens oferecidas pelo Governo Federal. Os municípios não têm condições financeiras de reter os médicos devido à diferença das regras do programa em relação à Estratégia Saúde da Família. Um médico pago pelo município rebe algo em torno de R$ 10 mil, enquanto o salário do profissional que atua no Mais Médicos é de R$ 14 mil.


  • Imprimir
  • E-mail