Camarão no pão
Cartas na mesa

CPH pretende entregar 6 Terminais Hidroviários previstos para a região oeste do Pará ainda em 2019

Weldon Luciano - 19/05/2019

Abraão Benassully, presidente da CPH ( o segundo à direita ) anuncia cronograma de conclusão de obras em terminais hidroviários na região do Baixo-Amazonas - Créditos: Agência Santarém de Notícias

A Companhia de Porto e Hidrovias do Pará (CPH) pretende entregar 6 Terminais Hidroviários previstos para a região oeste do Pará até o final de 2019: Curuá, Faro, Almeirim, Terra Santa, Prainha e Santana do Tapará. A informação foi confirmada pelo presidente Abraão Benassuly em entrevista concedida durante vistoria realizada no Terminal Hidroviário de Santarém nesta sexta-feira, 17 de maio. “Pretendemos inaugurar todos até o final deste ano”, ressaltou.  

 

Desde 2017, a CPH vem executando o projeto de construção ou reforma de terminais. Segundo apurou o Portal OESTADONET, são 7 contratos através de financiamento da Caixa Econômica Federal:  Curuá, Faro, Terra Santa, Faro, Prainha e dois em Santarém (área urbana e Santana do Tapará).

 

Dessa lista, o Terminal Hidroviário de Terra Santa chegou a ter obras suspensas em janeiro, tornando sem efeito o Termo de Entrega firmado entre o Governo do Estado do Pará e a Prefeitura Municipal. Porém, a CPH garante que o entraves foram solucionados.  “As obras de Terra Santa foram retomadas. Já autorizamos a empresa a retomar as obras considerando que a Auditoria Geral do Estado já conseguiu sanar todas as pendências, então reiniciaram, inclusive com previsão de entrega para o fim de junho”, declarou Benassuly.

 

Óbidos, Alenquer e Itaituba terão obras retomadas com recursos vindos da própria CPH. Óbidos teve a ordem de serviço suspensa em fevereiro, para que fossem feitas análises dos projetos e planilhas orçamentárias da execução de obras e serviços. A CPH encaminhou para Auditoria Geral do Estado (AGE), cópias do Relatório elaborado pelos técnicos, bem como os processos licitatórios e contratos para as devidas providências cabíveis e avaliar possíveis irregularidades.

 

O único que está confirmado para ser em entregue em 2020 até o momento é o de Santarém, que fica localizado no bairro Prainha, nas antigas dependências da empresa Tecejuta.  A estrutura suprirá a demanda da economia da região por meio do transporte fluvial possibilitando a organização do setor portuário da orla, já que atualmente as operações de embarque e desembarque, tanto de cargas quanto de passageiros, são realizadas em um porto improvisado localizado na Praça Tiradentes. 

 


  • Imprimir
  • E-mail