banpara LCI julho 2024


Três municípios já declararam situação de emergência na região oeste do Pará

Redação - 16/04/2019

Enxurrada toma conta das ruas de Monte Alegre -

Três municípios já declararam situação de emergência na região Oeste do Pará: Uruará, Monte Alegre e Prainha. De acordo com as autoridades eles estão sofrendo com o efeito das fortes chuvas e consequentemente muitos estragos provocados pela enxurrada ou risco de deslizamento em áreas de risco. A Defesa Civil Estadual, por meio da 4ª Regional de Defesa Civil (4ª REDEC) informou nesta terça-feira, 16 de abril, que Curuá, Óbidos, Oriximiná e Belterra também podem entrar na lista. Neste último, um técnico já foi deslocado até o município para fazer o levantamento e verificar se haverá a necessidade do decreto.

 

Segundo a 4ª REDEC, em Prainha, na área urbana foram registrados diversos pontos de enxurrada e áreas com risco de desabamento por se tratarem de construções erguidas em áreas de encosta, suscetível a deslizamentos. Na área rural, muitas pontes foram danificadas e diversas comunidades estão isoladas por conta das estradas vicinais que ficaram intrafegáveis.

 

Em Monte Alegre, conforme o Portal OESTADONET divulgou, a prefeitura decretou Situação de Emergência no dia 11 de abril. De acordo com o documento, 10 bairros foram identificados como áreas de risco, com cerca de 53 famílias afetadas: Planalto, Pajuçara, Curaxi, Curintanfâ, Papagaio, Serra Oriental, Serra Ocidental, Camarazinho, Surubeju e Terra Amarela, foram os locais mais atingidos.

 

O decreto considerou ainda as áreas afetadas da zona rural do município, sendo elas:  CANP, trechos da rodovia que interliga a outros municípios da Calha Norte (PA 254) principalmente os setores 02, 04, 06, 10, 14, 15 e mais as comunidades de Panacum, Açaizal, Serra Azul e Açu da Fazenda.

 

Em Uruará, o rio de mesmo nome transbordou e a grande quantidade de águainundou a Rodovia Transamazônica(BR-230). O fluxo de veículos está prejudicado no Km 160, no trecho que interliga os municípios de Uruará e Medicilândia que permanece alagado desde o fim de semana. Alguns motoristas chegam a enfrentar a correnteza se arriscam a passar pela área.

 

Na semana passada, cerca de 8 famílias ficaram desabrigadas no município depois que um bueiro e um igarapé transbordaram. Os moradores atingidos perderam móveis e precisaram ser levados a abrigos no centro de Uruará. Dois bairros estão em situação crítica, um deles, é o Pimentolândia. No total, segundo as autoridades locais, 44 mil pessoas já foram afetadas e diversos pontos de alagamento foram registrados com mais de 40 obras danificadas.




  • Imprimir
  • E-mail