Alcoa Juruti
El Mexicano 2
churrascaria interno

Em sete dias de campanha, Semsa aponta que 1.656 pessoas tenham sido vacinadas contra o H1N1 em Santarém

Weldon Luciano - 15/04/2019

Em sete dias de realização da campanha, a estimativa é de que 1.656 pessoas tenham sido imunizadas contra o vírus do H1N1 até esta segunda-feira, 15 de abril. Os dados foram fornecidos pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) que está contabilizando as parciais registradas em 42 Unidades Básicas de Saúde (UBS) na zona urbana e rural. Até o momento, apenas 134 grávidas procuraram a vacina. Dentre as crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, apenas 733 foram imunizadas, por exemplo.

 

Apesar do número ainda ser tímido, a Semsa considera que a parcial está dentro da expectativa e que um grande número de pessoas sejam imunizadas até o mês que vem atingindo a meta. A campanha iniciou no dia 8 e segue até o dia 31 de maio, sendo o dia 4 de maio o dia “D” em todo o Brasil.

 

Em Santarém, maior município da região, devem ser vacinadas 93.802 pessoas, sendo 23.115 idosos, 15,731 em comorbidade, 17.745 crianças de 2 a 4 anos, 9.737 crianças de 6 meses a 2 anos, 5.745 crianças de 5 anos, 6.517 trabalhadores da saúde, 4.868 gestantes, 800 puérperas, 5.448 indígenas e 4.095 professores.

 

Ainda segundo a Semsa, diferente de outras doenças, a gripe precisa de campanhas de vacinação com periodicidade anual. Isso ocorre por características do próprio vírus, que, aos poucos, naturalmente, modifica-se geneticamente. Dessa forma, é necessário rever, a cada ano, os vírus que mais estão se propagando para adaptar a imunização, que dura de seis a doze meses. Além desse fator, trata-se de uma doença que tem um forte impacto na sociedade, com risco de morte muito alto (aproximadamente 650 mil pessoas morrem no mundo por ano, em virtude da influenza A/H1N1).


  • Imprimir
  • E-mail