Alcoa Juruti
El Mexicano 2
churrascaria interno

Taxas de condomínio atrasadas de imóveis leiloados de Reginaldo Campos serão quitadas com dinheiro bloqueado, decide juiz

Weldon Luciano - 03/04/2019

Residência de alto padrão do ex-vereador Reginaldo Campos quefoi a leilão. Foto: Edmundo Baía Junior/O Impacto. -

O juiz Romulo Nogueira de Brito, titular da 2ª Vara Criminal de Santarém, determinou pagamento de taxas condominiais atrasadas de imóveis de Reginaldo Campos leiloados com dinheiro de contas bloqueadas por ocasião da Operação Perfuga. Os débitos foram informados ao magistrado pelo Ministério Público e somados ultrapassariam R$ 12 mil.  A determinação foi expedida no mesmo despacho em que a prisão preventiva do ex-vereador Reginaldo Campos foi convertida para prisão domiciliar.

 

Segundo o documento, o pedido preenche os requisitos necessários, pois restou comprovado através de documentos trazido aos autos, que os bens localizados no Condomínio Tapajós Royal Ville, lote 120 e 125, estão com taxas condominiais atrasadas.

 

“Posto isto, determino que seja retirado das contas à disposição deste Juízo, respectivamente, o valor de R$ 6.240,00 (seis mil duzentos e quarenta reais) relativo ao Lote 125, e o valor de R$ 6.340,00 (seis mil trezentos e quarenta reais) relativo ao Lote 120, sendo estes valores repassados (...) em nome da pessoa jurídica CONDOMINIO TAPAJOS ROYAL VILLE, CNPJ 21.488.860/0001-96”, determinou o juiz.

 

O terreno, avaliado em R$ 222 mil, acabou arrematado foi arrematado pelo valor de R$ 190 mil, sendo pago inicialmente o valor de entrada (R$ 47 mil) e o restante pagos em parcelas. A casa, avaliada em R$ 976 mil, foi arrematada por R$ 600. O processo é o mesmo, onde foi aceita a entrada (R$ 138 mil) e o restante em parcelas.

 


  • Imprimir
  • E-mail