Dengue
Vox interno
churrascaria interno

CDP estima receita de R$ 35 milhões para Santarém com exportação de soja e milho

Weldon Luciano - 04/03/2019

A Companhia Docas do Pará (CDP) divulgou dados sobre a movimentação de cargas no porto de Santarém. Segundo estimativas da Companhia, a receita gerada pela exportação de soja e milho para 2020 é de R$ 25 milhões e podem alcançar a faixa dos R$ 35 milhões até em 2030. Isto significa um crescimento na arrecadação de impostos e expansão do setor, consolidando Santarém como um corredor de exportação vital para a região norte e para Brasil.

 

Ainda de acordo com os dados, em 2011, essa movimentação era inferior a R$ 5 milhões. Em 2015 saltou para R$ 10 milhões. Nos últimos oito anos, a arrecadação destes produtos acaba sendo muito superior aos demais produtos que passam pelo terminal, como combustíveis, madeira e fertilizantes, evidenciando a importância estratégica da cidade na cadeia produtiva do agronegócio.  

 

Porto da CDP

 

O Porto de Santarém é responsável por 38% da movimentação de cargas nos portos administrados pela CDP. Em 2018, entre os meses de janeiro e outubro, o terminal movimentou algo em torno de 7,4 milhões de toneladas. O maior produto transportado nas operações de embarque e desembarque foi a soja, com aproximadamente 4,7 milhões de toneladas. O milho vem em seguida com 2,3 milhões de toneladas e em terceiro ficam os fertilizantes com 145 mil toneladas. Óleo Diesel, gasolina, variedades e bazar, gás de cozinha, veículos terrestres, produtos de horticultura e querosene de aviação estão entre os produtos transportados.

 

Futuros investimentos

 

A CDP aponta também que as projeções ainda não incluem a movimentação dos futuros terminais de combustíveis. Os novos projetos indicam que pelos próximos 25 anos o município de Santarém será beneficiado com investimento de aproximadamente R$ 175 milhões na área de logística para movimentação e armazenamento de gasolina, diesel e etanol. A área de mais de 35 metros quadrados do terminal STM 05, destinado à movimentação de combustíveis no Porto de Santarém foi arrematada em leilão. O Consórcio já havia assinado contrato relativo à área de 28.827 m² do STM 04, contígua à STM05. Os dois terminais, que foram arrematados em uma mesma sessão na Bolsa de Valores, vão se complementar nas atividades de expansão de movimentação de combustíveis.


  • Imprimir
  • E-mail