Violência interno
Pro refis

Diocese reabre a catedral de Santarém após revitalização; obras custaram em torno R$ 500 mil

Weldon Luciano - 21/11/2018

A Diocese de Santarém, oeste do Pará, reabriu ao público a Catedral nesta quarta-feira, 21 de novembro. O templo mais antigo do catolicismo local esteve fechado por dois meses, devido as obras de revitalização do espaço. A remodelação interna foi entregue pela manhã, quando foram feitos a lavagem e a reorganização dos bancos, além de testes na nova estrutura de climatização e som. Uma missa, já em clima de Círio 100 marcou o retorno dos fiéis e das celebrações.

“Além da substituição do som, que ficou muito moderno, com caixas de som pequenas, mas modernas, temos o forro que foi todo substituído, pois estava ameaçado por cupim, então fizemos uma remodelação e reestruturamos as janelas para clarear a igreja, com muito mais iluminação do que se tinha antes”, diz Roberto Branco, um dos engenheiros responsáveis pela obra.  

Roberto Branco garante que a obra atendeu a diversos critérios técnicos para garantir a revitalização sem alterar a estrutura do prédio, que é um dos mais antigos da cidade e é tombado pelo patrimônio histórico. “As formas originais da igreja estão mantidas, inclusive retomamos os tons claros de tempos mais remotos do templo”.

 

Obras de revitalização

 

Orçada em R$ 500 mil, a revitalização iniciou em agosto e fez parte do planejamento da Diocese para a 100ª edição do Círio da Conceição. O recurso foi arrecadado por meio de doações de famílias e empresas. A chamada nave, local aonde acontecem as celebrações teve o forro todo trocado e as centrais de climatização também. Parte das paredes recebeu revestimento cerâmico. As figuras da cruz iluminada e da pomba da paz no novo teto chamaram a atenção.

Em diversos pontos, o reboco das paredes foi refeito e as calhas foram substituídas. A catedral é o prédio mais antigo de Santarém. Sua construção iniciou-se em 1761, na Praça Monsenhor José Gregório, cem anos após a construção da primeira capela da cidade erguida pelo Padre João Felipe Bettendorff, fundador da cidade. A inauguração deu-se em 08 de dezembro de 1819.


  • Imprimir
  • E-mail