Violência interno
Pro refis

IBGE aponta que menos de 8 por cento de domicílios de Santarém possuem urbanização adequada; Seminfra informou que R$ 7 milhões foram investidos em 2018

Weldon Luciano - 21/11/2018

Trabalho de pavimentação de ruas em Santarém executado pela Seminfra - Créditos: Foto: Divulgação/PMS

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estima que apenas 7.8% de domicílios urbanos em vias públicas de Santarém, oeste do Pará, possuem urbanização adequada. O levantamento divulgado no segundo semestre deste ano leva em conta dados coletados a partir de 2010, ano do último censo, além de considerar o conceito de urbanização adequada, a presença de requisitos básicos como bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio. Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), em 2018 foram investidos através de contratos cerca de R$ 7 milhões com obras de urbanização de 16 vias na área urbana.

Ainda segundo os dados do IBGE, Santarém apresenta 38.1% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 43.3% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização. Quando comparado com os outros municípios do estado, fica na posição 14 de 144, 51 de 144 e 20 de 144, respectivamente. Já quando comparado a outras cidades do Brasil, sua posição é 2744 de 5570, 4386 de 5570 e 3038 de 5570, respectivamente.

Dentro da Lei Orçamentária Anual (LOA), a expectativa é de que algo em torno de R$881 milhões sejam aprovados. Deste total, a infraestrutura deve ficar com R$ 206 milhões, cerca de R$ 33 milhões a mais do que recebeu em 2017. Convênios e emendas parlamentares correspondem a R$ 151 milhões do montante.


  • Imprimir
  • E-mail