Violência interno
Pro refis

Círio 100: Bebidas alcoólicas não serão vendidas no arraial

Weldon Luciano - 06/09/2018

O Círio da Conceição em 2018, ano em que se comemora seu centenário, terá algumas novidades, entre elas a proibição de venda de bebidas alcoólicas durante as noites de arraial na praça. Segundo a Diocese, a medida atende a uma determinação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e deve também evitar transtornos com relação a segurança pública   

Há alguns anos a CNBB vem defendendo a tese de que cada diocese restrinja ou até proíba a comercialização e consumo de bebidas alcóolicas nos ambientes da Igreja Católica, assumindo o compromisso de realizar festas mais fraternas. Na região, a medida é adotada há dois anos pela paroquia de Alenquer durante as festividades de Santo Antônio, padroeiro ximango.

De acordo com o Padre Walter Rodrigues, pároco da catedral, os preparativos da festa estão sendo viabilizados, contando com um número bem maior de participantes do que em anos anteriores, superando os 200 mil. Em 2018, serão realizadas 20 homenagens oficiais. “Os preparativos estão adiantados e as coisas estão acontecendo. A expectativa é de que este ano tenhamos muitas pessoas de fora e um número ainda maior de fieis. Acompanhamos as pesquisas e estimativas que apontam crescimento de participantes todos os anos e esperamos que em 2018 esse número seja ainda mais significativo. Nosso trabalho enquanto igreja tem o objetivo de fazer com que este círio em especial seja marcante na vida das pessoas, que elas sejam bem acolhidas e que possam vivenciar da melhor forma este momento tão especial para Santarém”, diz Walter.

Para Walter, os católicos de certa forma já estão em festa pelo centenário, o que pode ser percebido durante as visitas da imagem peregrina, que acabam sendo um convite a participar da programação. Atualmente, a imagem percorre diversos pontos da cidade. No total, até o círio, 3.026 lugares devem ser visitados, mobilizando 5 equipes.

A festa contará também com a presença de quatro bispos da região: Dom Alberto Taveira (Belém), Dom João Muniz (Altamira), Dom Vilmar Santino (Itaituba) e Dom Bernardo Bahlmann (Óbidos). “Como é uma festa emblemática com a temática de centenário, os bispos se dispuseram a vir para dar uma presença ainda maior da igreja regional e que vão engrandecer liturgicamente e espiritualmente nossa festa”, conclui o pároco.  

O Círio das crianças está mantido para o dia 18 de novembro, um domingo antes do círio oficial. Este ano, a procissão sairá da igreja de Nossa Senhora de Fátima, seguindo em direção a Catedral. Em 2017, a estimativa de público foi superior a 12 mil pessoas.


  • Imprimir
  • E-mail