Violência interno
Pro refis

Delação de Samuel Fernandes revela que Reginaldo Campos teria ordenado destruição de provas sobre uso de combustíveis

Portal OESTADONET - 10/07/2018

Trechos de três vídeos da delação de Samiel Fernandes, um dos réus da Operação Perfuga, revelam como se dava a distribuição de cotas de combustíveis para os vereadores na gestão do ex-presidente da Câmara Municipal de Santarém, ex-vereador Reginaldo Campos.

Samuel afirmou aos promotores que por mês tinha vereador que recebia 100 litros de combustível, outros chegavam a 200 litros. Ele revelou que dispunha de uma planilha com os nomes dos vereadores que recebiam as cotas, mas segundo ele, foi orientado por Reginaldo Campos a destruir as provas.

Samuel informou também que usava dois modelos  de requisição. Um com papel timbrado da Câmara, assinado por Reginaldo Campos, e outro em papel simples assinado por ele.

*Esta matéria está sendo atualizada. 


  • Imprimir
  • E-mail