Violência interno
Pro refis

Aumenta número de estradas bloqueadas na Amazônia

Agência Nacional - 24/05/2018

A paralisação de caminhoneiros na Região Amazônica ganhou adesões e provoca mais interdições nas estradas. Mato Grosso é o estado com mais pontos trancados: já são 23. No Maranhão e em Rondônia são 11 pontos de bloqueio; no Tocantins, 8; e no Pará, cinco interdições. Roraima tem apenas um bloqueio. Até o momento, apenas Acre, Amazonas e Amapá não têm protestos nas rodovias.

Alguns postos de Palmas e outros municípios do Tocantins já estão sem combustível. O governo do estado realizou, na noite dessa quarta-feira, uma reunião de emergência para discutir a questão. O objetivo do governo é estabelecer um plano básico com prioridades, como o combate aos abusos de preços praticados por postos de combustíveis e também a priorização dos estoques de combustíveis do governo para atender às viaturas policiais e do Corpo de Bombeiros, ambulâncias e outros veículos oficiais. Também foi instituído um gabinete de crise.

Outro assunto em pauta na reunião foi a realização de estudos para criação de um estoque de combustíveis de segurança nacional, como prevê a ANP, Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis para cada Estado.

Já no Maranhão, o Procon iniciou uma ação para garantir a redução dos preços dos combustíveis. Todos os postos e distribuidoras estão sendo notificados para comprovarem que o reajuste anunciado pela Petrobras está sendo repassado proporcionalmente para os consumidores. Em caso de abusos, os postos podem ser multados.


  • Imprimir
  • E-mail