Doe Sangue
Não a Violencia
Aniversário STM

Marinha reafirma preocupação com segurança da navegação e sinalização náutica durante reunião em Santarém

Portal OESTADONET - 22/05/2018

Créditos: Almirante de Esquadra Leonardo Puntel, diretor-geral de navegação da Marinha: "colete realmente salva vidas"

Desde segunda-feira estão reunidos aqui em Santarém os capitães dos portos e delegados da Marinha na região norte. É um encontro de planejamento das ações de fiscalização do tráfego aquaviário e sinalização náutica na região.

O almirante Leonardo Puntel, diretor geral de navegação da Marinha, órgão do comando da armada, com sede no Rio de Janeiro, e que preside a reunião na Capitania Fluvial de Santarém, revelou que a Marinha apoia as ações de combate ao narcotráfico realizadas pela Polícia Geral dando apoio logístico e fornecendo informações estratégicas.

“A Marinha atua junto com a Polícia Federal, embora não seja nossa atribuição, que é a segurança do tráfego aquaviário, nós temos os meios e órgãos de controle ao longo dos rios. A Polícia Federal é nossa parceira e a Marinha apoia as ações de combate ao narcotráfico. Cabe à Polícia Federal efetivamente o combate a esse crime, mas nós apoiamos logisticamente e com ações de inteligência”, afirmou o almirante.

Leonardo Puntel destaca ainda a preocupação da Marinha com a segurança na navegação, alertando para o uso do colete salva vidas durante as viagens. “A Marinha trabalha para evitar acidentes na navegação e na salvaguarda da vida humana. Ampliamos nosso efetivo na região amazônica. Há 100 anos, em Santarém havia uma agência, com um capitão-tenente e uma pequena tripulação. Hoje nós temos uma capitania fluvial comandada por um capitão de fragata e que conta com uma tripulação de oficiais e suboficiais. Mas repito: ações básicas são necessárias, sempre, uma delas, o uso de colete salva-vida porque, realmente, seu uso salvam vidas”.

Outra preocupação da Marinha, segundo o almirante Leonardo Puntel, é a sinalização dos canais de navegação. Em Manaus, foi instalado o centro de hidrografia e navegação. “Aumentamos o número de embarcações na região, e mais recentemente, em Manaus, na área do Novo Distrito Naval, foi instalado o Centro de Hidrografia e Navegação, que faz parte do Serviço de Sinalização do Noroeste, com três navios dedicados à hidrografia da bacia amazônica, realizando serviço de batimetria dos rios e produção de cartas náuticas, tudo isso para melhorar o tráfego aquaviário”, explicou o diretor geral de navegação da Marinha.

A reunião em Santarém conta também com a participação do Comandante do 4º Distrito Naval, Vice-Almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho,  vice-almirante Roberto, diretor de Portos e Costas da Marinha, e o Capitão dos Portos de Santarém, Capitão de Fragata Robson Ferreira Carneiro e outros oficiais comandantes de capitanias nos estados da região norte e do Maranhão.


  • Imprimir
  • E-mail