Violência interno
Pro refis

Delegacia da Mulher investiga se vereador Alysson Pontes descumpriu medidas protetivas deferidas em favor de ex-namorada

Portal OESTADONET - 14/05/2018

Créditos: Vereador Alyson Pontes está sendo investigado pela Delegacia da Mulher de Santarém. Foto: Arquivo

A Delegacia Especializada de Proteção à Mulher de Santarém prossegue com inquérito policial para apurar suposto descumprimento de medida protetiva por parte do vereador Alysson Pontes em relação a ex-namorada dele Danúbia Oliveira.
A investigação está a cargo da delegada Luanda Tupiassu e está sendo processada sob sigilo.
No dia 21 de março, a vara criminal presidida pelo juiz Alexandre Rizzi determinou a remessa dos autos do processo de fixação de medidas protetivas para prosseguimento das investigações pela DEAM.

São dois processos sobre a mesma denuncia de Danúbia contra Alysson Pontes, com pedido de medidas protetivas em função do ocorrido no dia 17 de dezembro de 2017, quando a requerente alega ter sido agredida e ameaçada pelo ex-namorado. Um desses processos foi extinto.

As medidas protetivas deferidas em desfavor de Alysson Pontes pelo juiz Vilmar Macedo Júnior, respondendo pela Vara do Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Santarém e cumulativamente pela Comarca de Juruti, em janeiro deste ano, são: "I- Abster-se de seguir, intimidar, ameaçar a ofendida ou fazer uso de qualquer método que prejudique ou ponha em risco a vida davítima, sua integridade física e psíquica, bem como sua propriedade. II- Proibição de aproximação da vítima, pelo que fico o limite mínimo de 100 metros de distância entre a vítima e o agressor; III)- Proibição de dirigir a palavra ou ter contato com a vítima, seja pessoalmente, seja por telefone ou qualquer outro meio decomunicação; IV) -Proibição de frequentar os lugares comumente frequentados pela vítima, notadamente no local de trabalho desta, inclusive, na sua residência".


  • Imprimir
  • E-mail