Doe Sangue
Não a Violencia
Aniversário STM

Ex-adversário, jornal amplia cobertura em apoio a Helder Barbalho

Lúcio Flávio Pinto - 12/04/2018

Helder Barbalho não é mais ministro e não tem qualquer cargo público. É apenas pré-candidato do MDB ao governo do Pará. Continua, porém, a ter tratamento especial em O Liberal, que antes o atacava de forma áspera e continuada. É como se o jornal dos Maiorana se tivesse definido pelo nome dele para a sucessão do tucano Simão Jatene, cujo candidato seria o deputado estadual Márcio Miranda, do DEM.

Helder teve direito a chamada de primeira página e matéria destacada em página interna, com foto bem aberta, na edição de hoje de O Liberal. Ele é apontado como o líder, à frente da bancada federal paraense, da mobilização que deverá trazer para Belém um dos cinco centros regionais de combate ao crime organizado, que o governo federal está criando. A foto registra audiência privada do ex-ministro com o ministro extraordinário da Segurança, Raul Jungmann, em Brasília.

O fato merecia o registro, mas o espaço é mais do que razão de diretriz jornalística. Parece traduzir a intenção (se já não é a decisão) de dar maior cobertura ao filho do senador Jader Barbalho, que continua em intensa campanha pré-eleitoral. Conta com o apoio da administração Temer, mesmo tendo se desligado dela no dia 7.

O realce é dado quando o jornal manifesta seu apoio ao pedido de intervenção federal na segurança pública do Pará, à semelhança do que ocorreu no Rio de Janeiro. Significa que o grupo Liberal não aposta mais na capacidade do governo Jatene de resolver o problema, cada vez mais grave. E, quem sabe, não dará sustentação ao candidato dele.

Vai abandoná-lo?


  • Imprimir
  • E-mail