Doe Sangue
Não a Violencia
Educação

Santarém é o município da região que mais fechou postos de trabalho em janeiro, aponta Caged.

Portal OESTADONET - 06/03/2018

Créditos: Santarém foi o município que mais fechou postos de trabalho(110), seguido por Oriximiná(73), Altamira(70), Óbidos (27), Itaituba(14). Rurópolis não teve saldo ( abriu 23 e fechou 23).

Cinco municípios da região Oeste do Pará apresentaram saldo positivo de empregos durante o mês de janeiro de 2018, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), elaborado pelo Ministério do Trabalho. Foram criadas 69 vagas a mais que o número de demissões.

Uruará abriu 86 vagas e fechou 71 ( saldo de 15), Monte Alegre registrou 21 admissões contra 13 demissões,(saldo de 8), Juruti admitiu 78 e dispensou 67( saldo de 11), Alenquer abriu 13 postos de trabalho e fechou 3 (saldo de 10) e Almeirim teve 58 admissões contra 30 admissões (sado de 28).

No período de 12 meses, Uruará, Monte Alegre, Juruti, Alenquer e Almeirim registraram um saldo positivo de 508 empregos com carteira assinada. O município de Santarém, em janeiro, perdeu 110 empregos, mas no acumulado em 12 meses, apresentou saldo positivo de 103 postos de trabalho.

Em Rurópolis foram admitidos 23 trabalhadores e demitidos igual número; em Uruará, foram criadas 66 vagas e fechadas 71; em Monte Alegre foram criados 23 postos de trabalho e 13 foram fechadas; Alenquer criou 13 vagas e fechou 3, e Almeirim registrou 58 admissões contra 30 demissões.

Em 10 municípios das regiões do Baixo-Amazonas, Xingu e Br-163, durante o mês de janeiro, Santarém foi o município que mais fechou postos de trabalho(110), seguido por Oriximiná(73), Altamira(70), Óbidos (27), Itaituba(14). Rurópolis não teve saldo ( abriu 23 e fechou 23).

Em 12 meses, o maior número de demissões ocorreu em Santarém, onde foi registrado o fechamento de 9.311 postos de trabalho, contra 9.414 admissões (saldo positivo de 103); Altamira( 8.894 demissões x 5.614 contratações) - um saldo negativo de 3.280 empregos; Almeirim ( 558 contratações x 1179 demissões) - 621 postos de trabalho a menos; Oriximiná ( 953 admissões x 1221 demissões) – 268 empregos fechados; Uruará ( 680 admissões x 729 demissões) – saldo negativo de 49; e Óbidos ( 402 admissões x 417 demissões) – 15 postos de trabalho fechados.


  • Imprimir
  • E-mail