Portal OESTADONET

O Ministério Público Estadual pediu o adiamento da audiência pública que seria realizada, em Rurópolis, no ultimo dia 26, para o dia 7 de março,  para debater o licenciamento do aproveitamento hidrelétrico dos braços leste e oeste do rio Cupari, em Rurópolis, município na 300 km de Santarém. 
A Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado, Semas, informou que entre as razões alegadas pelo ministério público para o adiantamento da audiência está o fato das populações locais não estarem devidamente esclarecidas dos impactos do empreendimento.
O EIA-Rima (Estudo de Impacto Ambiental e  Relatório de Impacto Ambiental), foi elaborado a pedido da Cienge, empresa de Brasília, que pretende construir as oito usinas hidrelétricas (seis de pequena capacidade,  e duas hidrelétricas convencionais no rio Cupari.




Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)


Última modificação em Quarta, 31 Janeiro 2018 08:30