Portal OESTADONET

As prefeituras municipais de Terra Santa e Trairão, no Oeste do Pará, não acusaram os efeitos da crise financeira que afeta a maioria dos municípios brasileiros. A primeira publicou edital para fazer registro de preços para futura ou eventual aquisição dois veículos 0 km destinados às premiações das festividades do aniversário, e a segunda lançou licitação para contratar empresa que vai organizar a comemoração de criação daquele município.

Localizado próximo a divisa com o estado do Amazonas, segundo dados da Assopem, em 2016 o município recebeu de transferências de Cotas-Partes da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais cerca de 5 mihões de reais por conta da extração de bauxita em seu território.

Apesar de toda essa dinheirama que entra nos cofres públicos, se falta dinheiro para investimento em saúde e educação, não falta para despesas desnecessárias, contrastando com a situação de grande parte da população do município que depende do Bolsa Família para sobreviver. No ano passado, segundo o Portal da Transparência, famílias de Terra Santa receberam um total de 8 milhões de reais do programa de distribuição de renda do goveno federal.

Em Trairão, todos os anos, por causa das chuvas, as estradas vicinais que não receberam mantenção da prefeitura, se transformam em imensos atoleiros, isolando comunidades e afetando transporte de produtos e gêneros alimentícos.

Nos municípios da região, segundo o próprio Ministério da Saúde, falta medicamento para pessoas com o vírus HIV, recursos para serviços de hemodiálise, condições de trabalho para agentes comunitários da saúde e verba para conclusão des Unidades de Pronto Atendimento (UPA’S).

Itaituba

Para enfrentar a crise e aumentar a receita, o prefeito Valmir Climaco, mandou fazer pregão presencial contratação de instituição financeira para prestação de serviços de pagamentos da folha de salário dos servidores ativos, efetivos, contratados, comissionados, inativos e pensionistas da Prefeitura de Itaituba e concessão de crédito consignado em folha de pagamento.




Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)


Última modificação em Terça, 21 Novembro 2017 11:10