Portal OESTADONET

O prefeito Nélio Aguiar garantiu à reportagem do Portal OEstadoNet que as obras de extensão da orla da cidade não afetará a atracação dos barcos que fazem as linhas intramunicipais. De acordo com o prefeito, as pequenas embarcações continuarão sendo atracadas em frente à cidade, em píeres, estruturas próprias destinadas para esse fim.

 

O projeto orçado em R$ 72.103.595,26 está dividido em três partes: a construção de um muro de contenção, seis píeres e a implantação de duas casas de bombas. No entanto, apesar das alterações estruturais, a Prefeitura garante que os proprietários de pequenas embarcações não serão prejudicados.

 

"A área da orla não é uma área portuária. Ela é uma área turística e que faz essa relação com as comunidades ribeirinhas. Então, essas pequenas embarcações que atendem o transporte intramunicipal continuarão em frente à cidade, só não podendo atracar diretamente no cais de arrimo", garante o prefeito.

 

Continuidade das obras diante da enchente

 

Nélio reiterou que mesmo com a vazante do Rio Tapajós, a obra estrutural do cais não será prejudicada diante do período de enchente. "Esperamos que a empresa possa avançar nos seus serviços de colocação de estacas e placas, para quando vier a enchente não interromper o serviço. Se ela avançar, ela vai poder continuar a obra sem que haja paralisação devido a enchente. A fiscalização dos engenheiros da Seminfra é que a obra possa avançar o máximo possível no verão", disse.




Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)


Última modificação em Sábado, 16 Setembro 2017 10:21